Foco no cliente ou foco do cliente?

20/04/2017

Tenha foco NO cliente! Quantas vezes você já ouviu ou disse essa frase? Certamente várias. Mas, ter foco no cliente é o bastante? Apontar simplesmente a luz resolve o problema? O dicionário Michaelis explica que dar o foco é o mesmo que evidenciar, tornar visível ou dar luz.

 

Investimos muito de nosso tempo e energia em ações que, em nosso entendimento, são importantes para o cliente. A grande questão é saber se essas ações, de fato, fazem diferença para ele. A razão de existir de um Serviço, seja ele qual for, é gerar valor agregado ao negócio do cliente final.  Se não estivermos o suficientemente perto ou entendendo a necessidade, dificilmente conseguiremos entregar isto.

 

Tentar adivinhar necessidades, na expectativa de surpreender com a solução, pode ser um grande tiro no escuro. Não podemos simplesmente exigir do cliente que ele opere da forma que nós entendemos ser melhor para ele, ambos precisam acreditar nisso.

 

Ouvir o cliente é fundamental, ouça as pessoas! Abra canais de comunicação e crie ferramentas que incentivem isto. Use, por exemplo, pesquisas de satisfação e/ou crie uma ouvidoria ativa. Dê atenção ao que é dit

 

o e esqueça um pouco a sua bola de cristal, trabalhe com fatos e não apenas com suposições. Não será possível superar as expectativas de seu cliente se não souber, exatamente, do que ele precisa ou o que ele espera de você.

 

Muito mais que dar foco ao cliente, é preciso entender qual é o foco DO cliente. Saiba seus valores, sua missão, suas metas e perceba como você pode ajudar a alcançar isto. Crie total empatia e veja, com os olhos do cliente, onde estão os desafios, barreiras e, principalmente, onde estão as oportunidades de crescimento conjunto. Seja parte efetiva na vida organizacional. O cliente precisa te enxergar, sobretudo, como parte interessada e não apenas como alguém que apoia a operação.